Adeque o seu escritório de advocacia à LGPD

Quais são os passos importantes para a adequação segura à lei de proteção de dados?

A nova lei abrange todas as empresas, independente do tamanho e segmento. Os escritórios de advocacia também devem se adequar evitando prejuízos financeiros e para a imagem institucional.

Chegou a hora de cumprir à LGPD. Para isto o seu escritório deverá seguir as novas regras para coletar, armazenar e tratar os dados pessoais e definir a finalidade para cada tratamento, sempre baseado nas hipóteses descritas na lei.

Com a LGPD é fundamental garantir a proteção dos dados com recursos tecnológicos atualizados e uma gestão alinhada com os princípios da lei.

A segurança da informação deve acompanhar todo o ciclo de vida do dado sempre visando a privacidade do titular.

Passo 1

Conscientização: a importância do engajamento de toda a empresa.

Passo 2

Elaboração de um plano de ação após análise e diagnóstico da situação.

Passo 3

Execução do plano de ação elaborado.

Passo 4

Sustentação e monitoramento de todo o trabalho que foi realizado para adequação do escritório à LGPD.

Adeque o seu escritório de advocacia à LGPD | Consultoria LGPD

Guie suas ações de acordo com os 10 princípios da LGPD

1. Finalidade
Deve-se informar ao titular, de forma específica, explícita, sobre os dados coletados e qual tratamento será feito, qual a finalidade, ou seja, com propósito legítimo sem possibilidade de alteração de forma incompatível com o propósito inicial;

2. Adequação
O tratamento de dados pessoais deve estar compatível com a finalidade informada ao titular;

3. Necessidade
Limitação ao mínimo necessário da coleta dos dados em relação a finalidade do tratamento;

4. Livre acesso
Consulta facilitada e gratuita para o titular sobre a forma e a duração do tratamento, bem como sobre a integralidade de seus dados pessoais;

5. Qualidade dos dados
A exatidão, clareza, relevância e atualização dos dados deve ser garantida aos titulares, de acordo com a necessidade e para o cumprimento da finalidade de seu tratamento;

6. Transparência
Informações claras e precisas garantidas ao titular, facilmente acessíveis sobre a realização do tratamento e os respectivos agentes de tratamento, observados os segredos comercial e industrial;

7. Segurança
Utilização de medidas técnicas e administrativas aptas a proteger os dados pessoais de acessos não autorizados e de situações acidentais;

8. Prevenção
Adoção de medidas para prevenir a ocorrência de danos em virtude do tratamento de dados pessoais;

9. Não discriminação
Não realização do tratamento para fins discriminatórios ilícitos ou abusivos;

10. Responsabilização e prestação de contas
O agente de tratamento deve demostrar a adoção de medidas eficazes e capazes de comprovar a observância e o cumprimento das normas de proteção de dados pessoais e, inclusive, da eficácia dessas medidas.

Contrate uma consultoria especializada para dar suporte às transformações

Para saber mais detalhes, fale com os especialistas da Diferenciall. Estamos preparados com soluções de Segurança da Informação de acordo com o perfil do seu escritório. Agende uma reunião conosco e vamos conversar sobre a demanda do seu negócio em relação às mudanças para o cumprimento da LGPD.

Disclaimer: Este texto possui objetivo apenas informativo. Antes de aplicar as informações contidas nesta matéria, entre em contato com os especialistas da Diferenciall.

Baixe grátis nosso e-book completo

Guia para proteção da sua
empresa contra ataque
de Ransomware

Acesse informações gratuitas da equipe da Diferenciall
para você ter novas ideias e transformar o seu negócio.

Adeque o seu escritório de advocacia à LGPD | Consultoria LGPD

Quais são as penalidades para quem não cumprir a LGPD?

A Lei de Proteção Geral de Dados, LGPD foi criada para garantir a proteção para os dados pessoais coletados pelas empresa. O titular terá mais poder para saber como suas informações estão sendo tratadas. Ele pode, inclusive, pedir para alterar ou excluir seus dados… ler mais

Adeque o seu escritório de advocacia à LGPD | Consultoria LGPD

Mudanças que a sua empresa precisa fazer para ontem por causa da LGPD

Você já se preparou para as mudanças que a Lei Geral de Proteção de Dados, a LGPD determina? Após a lei entrar em vigor, há pouco tempo para as empresas se adequarem. Conte com ajuda de profissionais habilitados, evitando que a sua empresa tenha problemas.
ler mais

Adeque o seu escritório de advocacia à LGPD | Consultoria LGPD

A importância da elaboração do Termo de Uso e da Política de Privacidade

A LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) foi criada para que as pessoas possam recuperar o seu poder em relação aos seus dados pessoais. Antes era possível que os dados fossem compartilhados sem regras, o que abria possibilidade para abusos. leia mais

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para ficar por
dentro das nossas novidades.

Av. Rio Branco, 181 – 18º andar / parte – Centro - Rio de Janeiro - CEP 20040-007