Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI)

O PDTI é um documento estratégico, de curto, médio e longo prazo, que estabelece diretrizes e metas para a área de Tecnologia da Informação (TI) de uma organização. Ele tem como objetivo alinhar os objetivos de TI com os objetivos de negócio da empresa, definir as prioridades de investimentos em tecnologia e orientar o uso eficiente e seguro dos recursos de TI.
Planejamento Estratégico CyberSECURITY // Rio de Janeiro e São Paulo

Componentes do PDTI:

O PDTI geralmente é composto por:

Diagnóstico Situacional da TI:

Uma análise da situação atual da TI na organização, identificando forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

Alinhamento Estratégico:

Uma avaliação do quanto a TI, atual e planejada, está apta a atender às demandas estratégicas do negócio, buscando o alinhamento necessário.

Visão de Futuro:

A definição da visão estratégica da TI, estabelecendo metas e objetivos de longo prazo, alinhados aos objetivos do negócio.

Plano de Ação:

A definição das iniciativas e projetos a serem realizados, com suas respectivas prioridades, investimentos, prazos e responsáveis.

Orçamento:

O detalhamento dos recursos financeiros necessários para a execução das iniciativas propostas, identificando as melhores opções de CAPEX, OPEX e linhas de investimentos ou fomentos, junto à área financeira da empresa.

Gestão e Monitoramento:

As diretrizes para a gestão e o monitoramento do PDTI, garantindo sua implementação e atualização periódica.

Objetivos do PDTI:

Alinhamento Estratégico:

O PDTI visa garantir que a TI esteja alinhada com os objetivos e necessidades estratégicas da empresa, contribuindo para o sucesso do negócio.

Planejamento de Recursos:

O documento identifica os recursos necessários para implementar as iniciativas de TI, como infraestrutura, sistemas, equipamentos e recursos humanos, sempre conectados às estratégias de negócio.

Priorização de Investimentos:

O PDTI define as prioridades de investimentos em TI, tanto CAPEX quanto OPEX, garantindo que os recursos sejam alocados de forma eficiente nas iniciativas mais estratégicas, maximizando os investimentos e reduzindo as despesas, quando possível.

Gestão de Riscos:

O plano também aborda a gestão de riscos de TI, identificando ameaças potenciais aos objetivos do negócio e estabelecendo medidas para mitigação e gerenciamento.

Segurança da Informação:

O PDTI inclui diretrizes para a segurança da informação, protegendo os ativos digitais da empresa contra ameaças cibernéticas.

Desenvolvimento de Projetos:

O documento serve como base para o desenvolvimento de projetos de TI, garantindo que eles estejam alinhados com as estratégias da empresa e que atendam aos princípios de security and privacy by design & default, atendendo à LGPD e outras obrigações corporativas.

Planejamento Estratégico CyberSECURITY // Rio de Janeiro e São Paulo
Planejamento Estratégico CyberSECURITY // Rio de Janeiro e São Paulo

Benefícios do PDTI:

  • Alinhamento da TI com os objetivos estratégicos da empresa;
  • Maior eficiência na utilização dos recursos de TI;
  • Priorização e classificação adequada de investimentos em tecnologia;
  • Gestão proativa de riscos de TI;
  • Melhoria da segurança da informação;
  • Orientação para o desenvolvimento de projetos de TI;
  • Maior transparência e governança na área de TI.

O PDTI é uma ferramenta essencial para o planejamento estratégico da área de TI, garantindo que as iniciativas tecnológicas estejam alinhadas com os objetivos do negócio e contribuindo para o sucesso da empresa como um todo. Entre em contato com os especialistas da Diferenciall para conhecer mais sobre este trabalho.

RJ: +55 21 2505-9850 / SP: +55 11 3995-8063

Av. Rio Branco, 181 – 18º andar / parte – Centro
Rio de Janeiro – CEP 20040-007

WhatsApp
Mostrar Aviso