Prepare-se para atender aos requerimentos da nova Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais

Todas as empresas possuem dados tanto de pessoas físicas como pessoas jurídicas em seus sistemas. Atualmente não há leis claras sobre o tratamento dessas informações. Todavia, a partir de agosto de 2020, esse cenário vai mudar. A LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) vai exigir determinados requerimentos que vão necessitar da ajuda da Segurança da Informação da sua empresa.

Os dados pessoais e profissionais, a partir da data de vigência da nova lei, deverão ter o consentimento de seus donos para utilização. No momento da coleta dessas informações, é necessário descrever o que será feito com esse material. O usuário também pode pedir sua exclusão do cadastro a qualquer momento.

A LGPD foi criada porque era fundamental regular o tratamento de dados pessoais. Processos de Segurança da Informação são necessários, principalmente na hora do armazenamento e análise desse material. É vital que sejam realizados procedimentos para proteger os elementos obtidos de vazamentos e perdas, por exemplo.

Como a Segurança da Informação pode proteger os dados da sua empresa, cumprindo os procedimentos da LGPD?

Todas as empresas, sejam de qual segmento forem, terão que se adequar a LGPD. É fundamental que você possa se programar para efetuar todas as recomendações necessárias antes do prazo final. Problemas com dados podem gerar advertências, multas e até exposição da sua empresa na mídia.

Confira abaixo algumas soluções importantes de Segurança da Informação para a segurança dos seus clientes:

1. Backup

Esse serviço é caracterizado pela cópia de segurança dos dados, que é armazenado em outro servidor. Ou seja, mesmo que haja perda de algum dado, ele é rapidamente restabelecido pela equipe de suporte de TI.

2. Firewall

O firewall é um recurso de segurança fundamental para o cumprimento da LGPD. Ele evita acessos não-autorizados na rede da empresa, evitando vazamentos e roubos de informações.

3. GED (Gerenciamento Eletrônico de Documentos)

O GED é utilizado amplamente em órgãos governamentais e confere total segurança para o armazenamento dos seus dados. A equipe de suporte de TI pode acessar os documentos de acordo com seus níveis de acesso. Isso reduz bastante a chance de erros, que acarretam perda de arquivos e manipulação incorreta.

4. Antivírus

Outra ferramenta de segurança que previne a entrada não autorizada de pessoas em sua rede é o antivírus. Existem diversos e-mails, sites e outros recursos maliciosos que podem confundir seus colaboradores. Dessa maneira, eles acabam abrindo uma brecha para invasões. Dessa forma, o antivírus cria uma barreira contra esses danos.

5. Políticas de Segurança

Por fim, a criação de regras e normas para a utilização dos recursos do seu negócio é fundamental para minimizar danos aos dados dos seus clientes! É primordial criar diretrizes de segurança e essa é uma tarefa da equipe de Segurança da Informação. Essa ação também reforça a preparação da sua empresa para a LGPD.

Não apenas a Segurança da Informação, mas a Gestão de TI é fundamental para uma proteção máxima

Se você precisa preparar a sua empresa para a LGPD, além de serviços de Segurança da Informação, você deve também contar com uma Gestão de TI eficiente. Com a Diferenciall, você possui procedimentos personalizados, de acordo com a necessidade e quantidade de colaboradores do seu negócio.

Com uma Gestão de TI, você garante o melhor desempenho da sua organização, com o administração das tarefas, soluções e pessoas que vão lidar com as informações do seu negócio. Terceirizar essa área é a melhor forma de torná-la mais dinâmica e eficiente. Entre em contato conosco e agende uma reunião com o nosso time de especialistas.

Baixe grátis nosso e-book completo

GESTÃO DE TI NOS ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para ficar por
dentro das nossas novidades.